T.O.P (BIGBANG) enfrenta primeiro dia de julgamento


T.O.P lê declaração à imprensa. Foto: Reprodução (Yonhap)
O julgamento de T.O.P, integrante do grupo BIGBANG,  começou no dia 29/06, às 11:30 (fuso coreano). À corte, o rapper assumiu ter usado maconha nas quatro situações em que é acusado e recebeu uma sentença de 2 anos de liberdade condicional, podendo ser preso por 10 meses caso volte a infrigir a lei. A sentença ainda deve ser confirmada.
Indiretamente, o advogado do ídolo confirmou a relação de T.O.P com Han SeoHee, trainee também envolvida nas acusações. De acordo com o advogado, “naquele período, T.O.P estava psicologicamente instável e se encontrou com a trainee para beber. Ele estava muito intoxicado no momento e decidiu fumar maconha impulsivamente. Ele admitiu todas as acusações e está muito arrependido de sua atitude. T.O.P agiu dessa forma, após beber, por sugestão da trainee. Depois de terminar com ela, T.O.P parou de fumar maconha.”
Em uma declaração à imprensa, T.O.P se desculpou, inclusive com a própria mãe: “Sinceramente, eu me desculpo com todos que eu magoei ou desapontei com esse incidente. Eu cometi um erro irreversível por causa do meu estado mental instável e eu estou refletindo profundamente. Esse é o pior momento da minha vida e eu estou terrivelmente arrependido. Vou receber minha punição e assegurar que nada assim aconteça novamente.”
Fonte: Soompi e Kpop Herald/Sarangingayo.

0 comentários: